3 de julho de 2015

"Atão" é assim...

... já estive maaaaiiiiissss longe de bater no computador (tadito, não tem culpa nenhuma) cada vez que entro no blogue.
E porquê? Hum, hum?
Pelo simples facto, que quando abro o Blogger e entro no meu bloguito, aparecem-me mensagens a perguntar se entendi sei lá o quê, aparece o erro bx-wmimimimi e isto já chateia.
E muito, visto que cada vez que mexo no esquema ou faço seja o que seja, me aparece isto.
Por isso não tenho postado nada nestes últimos dias (além de termos ido passar uns diazinhos à Madeira eheheh).
Por isso, vou voltar de mala e cuia para o blogue que já tinha criado há algum tempo atrás, agora de cara lavada, quando andava indecisa se havia de voltar à blogosfera ou não, a ver se por ali os erros bx-wmimimimi não aparecem.
Se alguém segue este blogue e quer continuar a fazê-lo mas neste caso no meu outro blogue, basta passar a ir a http://paulaalexandrasantos.blogspot.pt/ .
Este vai ficar guardadinho para relembrar velhos tempos, mas inativo.
Beijocas e espero ver-vos por lá!
:D

25 de maio de 2015

As Ermengardas parte II

Bom dia!
Continuando no tema das Ermengardas e visto que muitas de vocês (tal como eu até há algum tempo) nunca tinham reparado que na caixa estava escrito se os ovos eram postos por galinhas criadas em gaiolas ou no solo, resolvi colocar aqui uma fotografia das caixas de ovos que costumo comprar.
Como referi antes, estes costumam custar 0.99€ cada meia dúzia no Lidl, mas já conseguimos comprar em promoção, a 0.79€ no Jumbo.
Algumas caixas têm escrito na parte de trás ou de lado, depende das marcas.
Na semana passada e esta semana, não vai haver ementa semanal porque estou a ver se acabo os restinhos e bocadinhos que andam por aqui na arca e no frigorífico.
Boa semana!!!
;D

20 de maio de 2015

As Ermengardas, essas fofinhas!

Apresento-vos a Ermengarda!
Digam lá que não é fofinha!

O Tareco foi-lhe apresentado, deu-lhe umas cheiradelas e passados 5 segundos, ficou muito interessado na tampa da arca... gatos...
Ó pra ela aqui toda gira, fresca e fofa!
E aqui a mandar-me passear, que já estava farta de fotografias... ;P
A Ermengarda já andava a ser admirada há algum tempo e foi comprada numa loja de comércio tradicional. Veio alegrar mais um bocadinho da nossa cozinha!
Continuando no tema das galinhas mas de uma maneira mais séria (e triste), há uns tempos vi na televisão, num programa do Jamie Oliver, como as galinhas eram tratadas.
Colocadas em gaiolas do tamanho de caixas de sapatos (e não estou a exagerar no tamanho), umas em cima das outras.
Passam ali a vida inteira, só para podermos ter ovos em casa. Quando vi aquilo, achei tão triste, tão desumano...
Hoje em dia, cá em casa só compramos ovos de galinhas criadas no solo. Custam mais 20 ou 30 cêntimos que os outros, mas vale a pena. Não só por causa da maneira como as galinhas são tratadas, mas pelo sabor e pela cor amarelinha das gemas.
Sei que custam mais caro e que hoje em dia, infelizmente, cada cêntimo poupado conta.
Mas pensem comigo: quantas vezes não damos 50 ou 60 cêntimos por uma bica? Ou os 35 cêntimos do cafezinho da praxe no trabalho?
Ou €1 por um pacote de pastilhas. Será que não conseguimos fazer um sacrifício por uma boa causa?
Eu costumo comprar os ovos no Lidl, a 0.99 cêntimos a meia dúzia.
Como é que os podem distinguir? Na caixa, diz se as galinhas são criadas em gaiolas ou no solo, basta lerem.
Queria ter posto aqui fotografias das bichinhas em gaiolas, mas não tive coragem...
Por isso, se puderem, ajudem a acabar com esta barbaridade e vamos dar às Ermengardas de carne e osso, uma existência mais... humana.

19 de maio de 2015

Boa tarde, felicidade!

Espero que tenham passado um bom fim-de-semana. O nosso foi bastante mexido, com caminhadas, passeios em família e tortas de Azeitão!
:P
Além disso, consegui arranjar uma fita em condições para a nossa coroa da porta . Lembram-se como era?
Pois bem, numa ida à Casa no Domingo, encontrei uma fita linda! Pelo menos na minha opinião! E era filha única, como o regador .
Lá veio ela toda embrulhadinha em papel pardo e aqui está, a fazer um brilharete!
Aqui mais pertinho, para verem em pormenor...
Na parte de dentro pensei em colocar uma espécie de ventosa, branca, mas colada porque as de sucção não me transmitem muita confiança. Depois de falar com o Nuno, desisti da ideia pois como a porta é pintada, se algum dia quisesse tirar a ventosa esta poderia arrancar a tinta da porta.
Por isso, fiz um lacinho e com um pouco de linha branca engendrei uma argola e prendi ao "olho mágico" da porta, como costumo fazer com a coroa de Natal.
Acho que ficou fofinho! E vocês?
:)

15 de maio de 2015

Miminhos!

Miminhos para a casa. Prefiro comprar algo para a nossa casa, do que comprar roupa, sapatos ou malas. E sei que não sou a única!
;P
Obviamente, como qualquer mulher, gosto de roupas, sapatos ou malas novas, mas só as compro quando realmente preciso.
Este foi um miminho para a cozinha! Para mim, a cozinha tem de ter cor e vida.
E como o vermelho é o que predomina por lá, comprei este saleiro em tons rosa e vermelho.
Ele tem um orifício para pendurar na parede, mas como ali passam canos e cabos de electricidade, preferi deixá-lo assim e não desgosto.
Quanto mais cor e vida (bonecada), melhor eheheh! Aprendi com o blogue da Guidinha !
Outra coisa que aprendi ao longo dos anos, é que o interior da nossa casa tem muito a ver com o nosso interior.
Sejam casas minimalistas, brancas, escuras, cheias de cor ou mais austeras, têm que estar ao nosso gosto.
Não têm de ser minimalistas só porque agora é moda, mas sim porque não gostamos de casas muito cheias.
Não têm de ter paredes e móveis e sofás brancos, só porque agora se vê em toda a internet. Não.
Têm de ser da cor ou cores que nos aquecem o coração e nos fazem sorrir (a nós e à nossa família; a quem vive lá dento), mesmo que desagradem ou pareçam "pirosas" a quem nos visita.
Por isso, mimem a vossa casinha! É ela que vos recebe a vocês e aos vossos, todos os dias!
Bom fim-de-semana!!!

13 de maio de 2015

Pãozinho dos 3 B's: Bom, Bonito e Barato! Ah e fácil, simples e saboroso!

Bom dia!
:D
Um desejo que tinha há já muito tempo, era o de conseguir fazer pão em casa.
Mas pão a sério, pão bom daquele que dá vontade de comer ainda quentinho com manteiga, daquele que dá água na boca só de pensar.
Entretanto, compramos uma máquina de fazer pão. Gostamos sim senhora, era boa mas ao fim de algum tempo, por mais variedades de pão que se fizesse, parecia que já sabia tudo ao mesmo e o objectivo de deixar de comprar pão na rua, saía gorado.
Não sei se com vocês aconteceu (ou acontece) o mesmo.
Até que um  dia (coro de vozes celestiais aqui), vi este post da Lúcia e fez-se luz!
Li e reli não sei quantas vezes o que ela dizia, fui ver os links e aquele pão minha gente, aquele pão é de comer e chorar por mais! E desaparece num instante cá em casa!
:P
E é tão fácil de fazer, que eu até hoje fico espantada e às vezes ainda não acredito, que um pãozinho daqueles foi feito pelas minhas manitas!
Por isso, aqui fica a receita à maneira cá de casa. Experimentem e depois venham cá dizer se a seguir à invenção da electricidade (e dos bolos com creme) esta não foi a melhor coisa que inventaram!

Ingredientes:

- 500gr de farinha sem fermento T 55 (é muito importante que quando comprem a farinha no hipermercado, tragam T 55 pois é indicada para pães, ao passo que a T 65 é para bolos)
- 350ml de água morna
- 1 colher de chá de sal grosso
- 1 colher de sopa de fermento seco de padeiro (podem usar daqueles cubinhos que se vendem nos hipermercados, mas sinceramente não sei como reagirá. Aconselho o uso deste fermento que pode ser facilmente comprado para quem vive no Porto ou arredores ou encomendado e rende bastante. Fica muito barato)

São só estes 4 ingredientes. Como é que se faz?
Simples!

1 - Coloquem a água a aquecer no micro-ondas ou no fogão, mas de maneira a que fique só morninha. Não a aqueçam demais, para depois não "matar" o fermento.
Eu costumo colocar cerca de 1 minuto no micro-ondas. Quando a tirarem do micro-ondas ou fogão, coloquem o dedo na água. Se virem que está demasiado quente, mais vale esperarem que arrefeça um pouco.

2 - Em seguida, deitem essa água numa tigela grandita e na água coloquem o fermento, depois a farinha e finalmente o sal, por cima da farinha.
Costumo colocar sempre por esta ordem, para o sal não ficar junto com o fermento.

3 - Mexam bem com uma colher de pau, de modo a que toda a farinha seja absorvida pela água. Pode ficar uma mistura mais ou menos "espapaçada", dependendo da qualidade da farinha mas não se preocupem, pois no final vai ficar bem!
O importante é que não fiquem bocadinho secos de farinha e que mexam a massa pelo menos 1 minutinho com a colher de pau, para o gluten da farinha ser activado.
4 - Finalmente, tapem a tigela com um pano e deixem-na a levedar durante 2h00, num sítio em que não apanhe correntes de ar.
Eu costumo coloca-la dentro do micro-ondas (desligado, é claro), porque é um sítio fechado e onde não apanha frio.

5 - Ao fim das 2h00, a vossa massa deverá ter crescido e está pegajosa. Não se preocupem, é assim mesmo!
;)
Eu costumo fazer o seguinte: quando vejo que faltam cerca de 20 minutos para terminar o tempo de levedura, ligo o forno a 240ºC e coloco no fundo do mesmo um pirex pequeno com água quente.
Esta vai criar o vapor necessário, para o pão ficar fofinho e com aquela côdea crocante.
E assim, só coloco o pão a fazer quando a luz do termóstato se apaga, o que me diz que realmente atingiu a temperatura de 240ºC.

6 - Nesta altura, forrem um tabuleiro de metal com papel vegetal, polvilhem com um pouco de farinha e deitem a massa. Eu costumo usar uma espátula, para tirar a massa da tigela.
Não se preocupem se vos parecer que fica menos sólida, pois no forno vai crescer. E além disso, a prática faz a perfeição, certo?
:)
7 - Coloquem o vosso pãozinho no forno durante cerca de 30 minutos (aqui depende dos fornos. Se virem que ao fim deste tempo o pão ainda não está bem cozido, deixem mais uns minutinhos, até lhe apanharem o jeito) e vejam-no crescer!
Ao fim  deste tempo, tiro-o e viro-o ao contrário para alourar mais 5 minutos, na parte de baixo. Assim fica bem cozidinho dos 2 lados.
Mas tenham cuidado para não se queimarem eheheheh!

E aqui está ele! Tentem aguentar um bocadinho até o cortarem (aviso-vos desde já que é difícil esperar) pois está muito quente e depois, deliciem-se!
Com manteiga, queijo, o que quiserem!
Parece muita coisa, mas é tão fácil!
A massa faz-se em 5 minutos e depois, é só deixarem o fermento fazer o trabalhinho dele e finalmente, colocarem no forno.
Experimentem e vão ver que deixam de comprar pão num instante!
Fico à espera do vosso feedback!

11 de maio de 2015

Ai o calor...

... parece que veio para ficar. Cá para mim, é Verão e ainda ninguém nos avisou...
:P
Começamos o nosso fim-de-semana com o piiiqueno-almoço americano.
Hum! Sabe tão bem começar o dia assim!
À tarde, fomos ao Colombo ver o filme Vingadores: a era de Ultron em Imax. Muito bom, recomendo!
Apesar de ser um Centro comercial muito giro e enorme, o Colombo não é dos nossos sítios favoritos. Muita gente, especialmente em dia de jogo do Benfica eheheheh!
O Domingo foi passado em casa e houve quem aproveitasse o solinho para pôr o sono de beleza em dia!

Ó pra mim todo fofinho e dentolas, ó!
A ementa desta semana é a seguinte:
 
2ª-feira - Esparguete de atum à bolonhesa e salada
3ª-feira - Rissóis de leitão com arroz branco e salada
4ª-feira - Salada russa
5ª feira - Pasteis de bacalhau com arroz de tomate e salada
6ª feira - Sopa de feijão à lavrador
Sábado - Jardineira
           - Hambúrgueres com salada de batata
Domingo - Esparguete à bolonhesa e salada
           - Peixe espada grelhado com batatas cozidas e salada
 
Boa semana!

7 de maio de 2015

Coisas & loisas

No outro dia andava no Continente com o Nuno, quando avistei este regador cor-de-rosa a sorrir para mim.
Já andava a ver preços de regadores há bastante tempo, mas custava-me dar €4 ou €5 por um. Afinal, é apenas um recipiente de plástico para regar as plantas...
Por isso, enquanto não arranjava um mais em conta, regava a horta e o jardim (também conhecidos por varandas cá de casa) com uma garrafa de plástico.
Quando olhei para o preço, nem queria acreditar: €1 !
Whatiiiiii????
Olhei outra vez e pensei: alguém se deve ter enganado a colar a etiqueta do preço. Na prateleira havia outros regadores iguaizinhos em branco e creio que em verde. Fui ver os preços: €3 e €4.
Pronto, afinal enganaram-se mesmo. Então cada regador tem um preço diferente?
Afinal, o que tinha acontecido era o seguinte: como o cor-de-rosa já era filho único, estava a preço de saldo.
E eu, que também sou filha única, afeiçoei-me ao regador e veio logo connosco para casa!
Tem 2 bicos diferentes: um com furos, que desatarraxa e por onde se enche o regador e outro para vasos pequenos. Aqui ainda tem gotinhas de água, pois tinha acabado de regar a horta (varanda da cozinha).
Um bom achado, não acham?
:D
Queria mostrar-vos outra coisa, desta vez dada, mas muito gira e fofa e pupitchupupu: este pano de cozinha que a minha cunhada fez e me ofereceu!
Tem um buraquinho especial para se pendurar e achei-o muito mimoso. Faz-me lembrar o Verão eheheheh!
 
A moça tem jeito para estas coisas das costuras e trabalhos manuais. Eu é mais bolos e livros...
Se quiserem, vão lá ver o blogue dela que está cheio de coisinhas fofinhas!
;P

4 de maio de 2015

Acabou o fim-de-semana...

Ohhh... :P
Aproveitamos este fim-de-semana grande, para irmos à Cela Velha e a S. Martinho do Porto visitar a avó do Nuno.
Apanhamos chuva e vento e parece que o mau tempo veio para ficar esta semana.
Só apetece cházinho quentinho!
Aqui fica o menú semanal. Espero que vos inspire eheheh!

 
2ª-feira - Massa com carne guisada e molho de tomate
3ª-feira - Bacalhau cozido com todos
4ª-feira - Arroz de coentros com hambúrgueres e salada
5ª feira - Salada russa
6ª feira - Sopa de grão à lavrador
Sábado - Bacalhau à Brás com salada (como não estivemos em casa no fim-de-semana passado, algumas das comidas planeadas passam para este fim-de-semana)
           - Frango assado com batatas fritas e salada
Domingo - Entrecosto assado no forno com batatinhas assadas e salada
            - Sobras do frango assado com esparguete
 
Boa semana!
:D

30 de abril de 2015

Pormenores que fazem a diferença

Tenho visto em muitos blogues, coroas (ou guirlandas) nas portas de casa. E acho lindo.
No Natal costumo pôr uma alusiva à época, mas gostava de ter uma (ou várias) para ir colocando todo o ano.
Lembrei-me de uma pequenina que compramos na Casa há uns anos e que atualmente residia na nossa cozinha.
Coloquei-a na porta e gostei de como ficou! O que é que acham?
Sei que a parte de cima da fita está um pouco amarrotada, mas tinha alguns nós que tive de desfazer. Mas com o peso vai ao lugar e estica a fita.
Mas o meu objetivo, é arranjar uma alusiva a cada época do ano, para ir mudando.
Nos Estados Unidos vê-se muito e sempre gostei do ar aconchegante que transmite à casa.
Por dentro, como a fita com que vinha é pequena demais, acrescentei um pouco de cordel para poder prendê-la ao olho mágico da porta, mas é uma situação provisória. Pretendo comprar uma fita maior, para poder prendê-la como deve ser.
O aspeto é este, visto de dentro:
 
E por fora fica assim! Acho que fica divertido, aconchegante e harmonioso.
Um bonequinho de jardim comprado no Jumbo por €1, uma plantinha e um tapete com a bandeira dos States, complementam a decoração!
:D
Bom feriado e bom fim-de-semana!

29 de abril de 2015

Coffee alert!

Para quem como eu gosta de café, o Pingo Doce tem esta semana a máquina de café normal (não a de cápsulas) a €11.50.
Ora, ela custa normalmente €17.90 por isso é um bom desconto!
Além disso, tem um filtro permanente lavável, o que ajuda a poupar na compra de filtros de papel.
Sei que hoje em dia quase toda a gente usa café de cápsulas. O Nuno tem uma da Nespresso no trabalho e compra as cápsulas do Jumbo que também são compatíveis para Nespresso, a um preço mais barato.
Eu também gosto de café de cápsula, mas como gosto dele assim mais para o fraquinho (reminiscências dos Estados Unidos) prefiro o de cafeteira.
A que tínhamos já era muito antiga e estava a dar o berro. Era amarela e já nem me lembro onde a compramos ou se até foi ganha nalguma coisa...
Por isso, andava sempre de olho nas máquinas quando ia a alguma loja.
Ontem fomos ao Pingo Doce e quando dou com os olhos (mas sem me aleijar, atenção) nesta belezinha, só não gritei porque parecia mal. E como estávamos ao pé da peixaria, ainda levava alguma solha na cara, portanto...
:P
Assim sendo, se alguém está à procura de uma cafeteira elétrica, têm até à próxima 2ª feira para a comprar.
Ó pra ela aqui toda fofinha, à espera que o jarro acabe de lavar na máquina para lhe fazer companhia, ó!